Carregando...

Queimam-garota-de-16-anos-na-Guatemala-video-completo

Imagens perturbadoras: Um grupo de aproximadamente 200 pessoas queimou viva uma jovem de 16 anos na Guatemala para ‘fazer justiça’ e posteriormente se descobriu que a mesma era inocente.

Atenção! As imagens abaixo podem ferir sua sensibilidade! Se não estiver apto a ver conteúdos fortes, escolha outro post.

Uma jovem de apenas 16 anos* foi linchada e queimada viva por uma turba de pessoas enfurecidas no município de Río Bravo, no departamento de Suchitepéquez na Guatemala. O incidente ocorreu no dia 12 de maio de 2015.

Segundo populares, ela teria sido pega portando uma arma enquanto evadia-se do local do assassinato de um taxista. O senhor de 68 anos de nome Carlos Enrique González Noriega vinha sendo extorquido por um grupo de criminosos locais que teria enviado um grupo de menores à sua casa para cobrar o dinheiro da extorsão.

A jovem então foi capturada, agredida por uma turba de pessoas enfurecidas e queimada viva. Podem-se ouvir gritos nos vídeos, com palavras incitando o crime: “Fogo para a puta!”, “Mais gasolina para a puta” enquanto a jovem arde em chamas.

 

 

Além do vídeo postado acima, há a continuação extremamente perturbadora onde os populares a interrogam após todos os ferimentos causados pelo fogo e golpes desferidos conta ela. Clique para assistir. As imagens são extremamente perturbadoras.

Posteriormente descobriu-se que a garota chamada Bedelyn Esther Orozco Gómez era inocente e que o assassinato na verdade foi obra de outro menor que seria um criminoso conhecido na cidade. A jovem morreu após 5 dias na UTI em decorrência dos ferimentos causados pelo fogo.

Somente um dos envolvidos, o homem que lançou gasolina sobre a jovem, foi preso, acusado de tentativa de homicídio.

OBS: O objetivo deste post é alertar para os perigos que corremos quando resolvemos recorrer à barbárie e à ‘justiça com as próprias mãos’ para tentar resolver crimes ou violência. Casos assim só geram mais violência e erros absurdos como este, que acabam por custar a vida de pessoas, além de transformar aqueles que os praticam em criminosos. Ressaltamos ainda que nenhum ser humano deve ser submetido à tais “procedimentos de justiça”, sendo culpado ou não.

*A idade não é exata, pois várias fontes informam uma diferente, variando de 14, 15 ou 16 anos.

Elisandro

Recomendados para você:

Comentar com o Facebook

Comentários...