Carregando...

Solo cedeu afundando um edifício de três andares e deixando uma cratera de 20 metros de profundidade.

Este fenômeno aconteceu em 2010 na Guatemala e não é o único documentado.

Neste ano (2010) o país enfrentou um grande volume de chuvas que aceleraram um processo de deterioração que já vinha ocorrendo com os solos instáveis da região.

O edifício afundou repentinamente, porém cerca de 30 minutos antes os funcionários e o dono já haviam abandonado o local por causa da chuva.

O terreno encharcado afundou levando junto o prédio de três andares e toda a maquinaria de seu interior, deixando uma cratera com cerca de 20 metros de profundidade e 10 de diâmetro, segundo as autoridades locais.

Elisandro

Recomendados para você:

Comentar com o Facebook

Comentários...